Siga-nos nas redes sociais

A Transformação Digital está, a cada dia mais, fazendo parte da realidade e das discussões nas empresas, não somente no Brasil, como no mundo todo. Este fato é muito positivo para o mercado, que se torna mais veloz e competitivo, principalmente pela tecnologia estar adentrando, não somente nos grandes negócios, mas também nos de médio e pequeno porte.

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), até 2025, a Transformação Digital fará com que o trabalho se torne 25% mais eficiente, haverá uma redução nos custos de manutenção de um negócio de 10% a 40%, a produção ficará mais flexível e customizada, os lançamentos de novos produtos poderão ser feitos com mais rapidez e o mercado irá se alterar, surgindo novos modelos de negócio e novas profissões.

Dessa forma, é possível perceber que o futuro das empresas é se adequar às tendências tecnológicas, pois isso traz consequências positivas, não somente para os clientes, como para os negócios, que se tornam, na maioria das vezes, bem mais lucrativos do que eram.

Entretanto, muitos empresários, quando decidem investir em ativos tecnológicos, buscando melhorar a qualidade do serviço que prestam, esbarram na barreira da falta de profissionais qualificados. Esta realidade está presente até mesmo em países desenvolvidos, como os Estados Unidos, que não conseguem suprir as vagas demandadas de programadores e demais especialistas de TI.

Por este motivo, a rotatividade, também conhecido como Turnover, dentro do Desenvolvimento de Software é tão alto. Pois existe uma grande solicitação desses profissionais dentro do mercado, mas eles são escassos, o que gera uma grande quantidade de propostas e uma grande valorização de seus serviços.

Além disso, outro motivo que pode gerar esta rotatividade de profissionais é o desconhecimento de algumas empresas ou empresários do universo do desenvolvimento. Contratar pessoas sem analisar seu perfil técnico e fit com o que o projeto precisa é muito prejudicial para a construção de qualquer solução digital.

Para te auxiliar a tomar uma decisão assertiva na hora de embarcar na construção de uma solução digital, escrevi este texto, buscando abordar o que gera esse problema, quais são as saídas que você pode usar para contorná-lo e como escolher a alternativa que mais se encaixa com o perfil da sua empresa.

Turnover no Desenvolvimento de Software Preservando seu produto Escassez no mercado

Escassez no mercado

O Turnover no Desenvolvimento de Software não é um problema com só uma causa, mas podemos tratar a escassez desses profissionais no mercado como uma das principais. Como dito anteriormente, esta é uma situação que atinge até mesmo países desenvolvidos, como os Estados Unidos e, no Brasil, essas condições se repetem.

Em 2017, o site de busca de emprego Indeed, fez um levantamento dos profissionais de TI que estavam em falta no mercado. Em algumas das ofertas abertas, 50% das vagas não eram preenchidas, demonstrando que há escassez de mão de obra especializada em tecnologia no mercado.

Esse problema afeta diversas questões, como o custo para manter uma equipe especializada, por exemplo. Por possuir pouca oferta desses profissionais no mercado, manter uma equipe especializada dentro da empresa pode ser um pouco desanimador. Por este motivo, em alguns casos, montar um time de desenvolvedores não será o mais indicado para pequenas e médias empresas.

Me arrisco a dizer que nem sempre as grandes empresas estão prontas para manter uma equipe de desenvolvimento própria. Não pelo valor que isso demanda, mas por algumas não estarem realmente ligadas a questões tecnológicas, e não possuírem um background ou uma experiência para lidar com uma equipe de TI. Principalmente se o objetivo é desenvolver uma aplicação, ou qualquer outro tipo de solução digital que não seja a atividade fim.

Em outras palavras, quando o Core Business não é tecnologia, muito provavelmente, as empresas, mesmo as grandes, terão dificuldades em gerir esses profissionais.

E, além do custo, a escassez de profissionais qualificados também gera uma alta rotatividade, o famoso turnover, dentro do Desenvolvimento de Software. Sempre existirão novas e melhores propostas para esses especialistas, o que leva, muitas vezes, com que a continuidade dele em uma empresa ou em um projeto, não aconteça.

Aliás, esta é uma realidade muito recorrente no comercial da GoBacklog, onde muitos interessados em contratar nossos serviços nos relatam. Pessoas que decidiram contratar desenvolvedores Freelancer ou que até montaram equipes, que depois de algum tempo de desenvolvimento, sumiram ou saíram, por terem recebido propostas melhores, comprometendo toda a solução digital daquele empreendedor ou empresa.

Então, é preciso saber como contornar os problemas causados pela rotatividade de desenvolvedores da forma que mais poderá beneficiar o seu negócio, fazendo com que ele cresça de forma efetiva, sem acidentes de percurso e com um alto grau de aproveitamento.

Existe solução?

Se pararmos para pensar que um dos maiores causadores do Turnover no Desenvolvimento de Software é a falta de mão de obra especializada, uma das soluções para poder contorná-lo seria o incentivo a formação de especialistas na área de Tecnologia da Informação, para que a demanda existente seja suprida.

Entretanto, esta é uma solução na qual os responsáveis não são diretamente os empresários, principalmente os médios e pequenos. Dessa maneira, você deve buscar outras alternativas que consigam resolver, de forma mais satisfatória, este problema, sem que a falta desses especialistas se torne prejudicial ao seu negócio.

Em um dos nossos textos do Blog, nosso CEO Daniel Antunes, falou sobre ter um sócio técnico, contratar profissionais freelancer ou uma empresa especializada. Um dos pontos que podemos chamar atenção aqui é o que ele fala a respeito da maior inclinação de haver rotatividade em desenvolvedores que não possuem vínculo direto a empresa, como é o caso dos profissionais freelancer.

Um desenvolvedor independente, geralmente, possui diversos outros projetos para entregar e a dedicação, que talvez você esteja esperando, pode não existir. Como ele não possui uma relação societária com a sua Startup e gerencia os projetos que faz de maneira autônoma, ele pode decidir não prestar mais serviços para você e a sua empresa.

Por este motivo, neste texto não caberia colocar como solução ao Turnover a contratação de um profissional freelancer ou daquele sobrinho seu que entende de programação (rs). Então, trataremos somente com duas alternativas:

  • Investimento em uma equipe especializada com gestão própria
  • Investimento em uma equipe especializada por meio do Outsourcing

Ambas podem ser bastante interessantes na hora de buscar criar uma solução digital. Geralmente, quando se parte para qualquer dos dois cenários, considero que a empresa contratante, que irá contratar os profissionais (para equipe de gestão própria) ou contratar a de Outsourcing, se atentará à documentação e melhores práticas de gestão de equipes de desenvolvimento.

Caso isso não aconteça, toda a questão da segurança e preservação da integridade da solução acaba deixando de existir. O que assegura que sua solução permanecerá sendo desenvolvida quando você perder profissionais são justamente processos bem definidos e documentações apropriadas.

Entretanto, é interessante que você consiga analisar qual se encaixa melhor no momento em que sua empresa está vivendo e quais são as características de cada uma.

Turnover no Desenvolvimento de Software Preservando seu produto Investir em uma equipe especializada

Investimento em uma equipe especializada com gestão própria

Investir em uma equipe especializada com gestão própria, talvez, seja a alternativa que mais encha os olhos dos empreendedores. Possuir um time próprio, além de demonstrar modernização, pode soar muito cômodo e prático, e por isso, tantos gestores e empreendedores almejam isso.

Poder interagir com mais facilidade com o desenvolvimento, receber e dar feedbacks de forma direta e decidir os rumos da sua solução digital é um dos grandes benefícios de possuir uma equipe interna. Entretanto, esses diferenciais só fazem sentido caso você já possua um certo conhecimento de tecnologia, e tenha capacidade de opinar sobre o que será melhor para o que está sendo desenvolvido.

Além disso, outra característica interessante é a capacidade de poder controlar o que está sendo feito, acompanhando a produtividade do grupo e vendo, de perto, todo o desenvolvimento da sua solução digital, realmente sentindo o trabalho acontecer.

Pode parecer algo pequeno, mas as pessoas, em sua maioria, funcionam melhor e creditam sua confiança a coisas que elas podem experienciar, neste caso, acompanhar e ver o que realmente está acontecendo. E este é um dos motivos de algumas pessoas se sentirem tão desconfiadas ao contratar empresas de Outsourcing, por exemplo.

E, para completar as características benéficas de se possuir uma equipe especializada, temos a exclusividade, algo que pode ser um diferencial, já que todo o desenvolvimento da sua solução digital possuirá profissionais realmente imersos dentro da sua ideia, buscando melhorá-la e transformá-la em um trabalho de excelência.

Mas será que esta é a melhor opção para a minha empresa?

Para que você consiga analisar as alternativas de uma forma mais clara, vou buscar ser um pouco mais objetiva neste tópico e, por isso, já adianto que se seu pensamento é que o investimento em uma equipe especializada é somente contratar desenvolvedores, esperando que eles façam tudo, você está totalmente enganado.

O desenvolvimento de uma solução digital, para ser feito de forma efetiva, precisa obedecer processos e possuir especialistas capazes de trabalhar em conjunto para este objetivo. Por isso, a primeira coisa que você deve levar em consideração é que montar uma equipe é algo que precisa de extremo cuidado, analisando os perfis e qualificações de cada pessoa.

Um time de TI necessita de especialistas com diferentes características, como, por exemplo, um perfil analítico e construtor. É necessário ter profissionais que vão além do desenvolvimento de software, e que saibam gerir uma solução digital.

É importante deixar claro que, dentro de toda a situação do Turnover, existe uma parcela de culpa das empresas que contratam esses desenvolvedores, ou seja, pode ser que a rotatividade seja culpa do processo utilizado por um determinado negócio para contratar esses profissionais e não da mão de obra escassa.

Quem vai fazer essas contratações e RH não pode compreender somente de recrutamento, mas também de tecnologia. É necessário fazer a avaliação do perfil técnico dessas pessoas e ver se elas realmente se encaixam na vaga em aberto, sem contar todo Onboarding que ela precisa passar até conseguir atuar com excelência no desenvolvimento.

Turnover no Desenvolvimento de Software Preservando seu produto Mas será que esta é a melhor opção para a minha empresa

Antes de montar uma equipe especializada, você ou o seu profissional de Gestão de Pessoas, precisa conhecer do universo do desenvolvimento, e quais profissionais são necessários para montar um time responsável e de excelência. Posso citar alguns, como desenvolvedores Back End, Front End ou Full Stack, analistas de sistemas, designer UI/UX e um Líder Técnico, que atuará como um gestor de toda solução.

Como um processo de recrutamento falho também é um dos motivos do Turnover, você precisa, junto com a sua equipe, traçar as qualificações necessárias para que um profissional se sinta confortável dentro da cultura do seu negócio. É necessário buscar especificar metas, objetivos e decidir qual espaço a tecnologia e o time de TI irá ter dentro da sua empresa.

Além de todo esse cuidado na hora de recrutar bons profissionais, é interessante que todo o processo de desenvolvimento seja documentado, para fazer com que sua solução digital seja preservada, caso um desenvolvedor tenha que abandonar a equipe. Isso facilita na hora da entrada de outro especialista.

Um fato importante de ser ressaltado é o valor que essa equipe irá custar à sua empresa. Como já disse anteriormente, por não conseguir suprir a demanda do mercado, os profissionais de TI costumam ser bem valorizados, possuindo remunerações altas.

Por isso, se você deseja montar uma equipe sênior, com profissionais especializados e com experiência, provavelmente, terá que desembolsar uma boa quantia, já que, segundo o Glassdoor, o salário médio de um desenvolvedor no Brasil é de R$ 5020,00. Isso sem contarmos com equipamentos e as despesas legais de um funcionário.

A maior vantagem de possuir uma equipe própria é poder ter acesso e influência direta em todo o processo de desenvolvimento, algo que é muito importante, principalmente quando o empreendedor está a par do mercado e sabe quais são as novas tendências e quais diferenciais são necessários em sua solução digital.

Mas é sempre importante fazer o contrapeso das vantagens e desvantagens, e é inegável que investir em uma equipe especializada requer muito tempo e foco, para fazer com que tudo saia da maneira correta. Por isso, analise em qual momento a sua empresa está e o tamanho do capital que você tem disponível para conduzir com seus objetivos.

Investimento em uma equipe especializada por meio do Outsourcing

Alguns empresários ainda não conseguem considerar a opção de terceirizar o desenvolvimento de sua solução digital. Isso ocorre, na maioria das vezes, pela desconfiança de ter que se abrir com pessoas desconhecidas sobre a sua ideia, ou medo da empresa contratada não entregar aquilo que ela prometeu e o que você espera.

Os atrasos na entrega do produto digital também são uma das maiores reclamações entre os empresários, quando falamos de Outsourcing. Empresas que prometem desenvolver a sua solução dentro de um tempo estipulado e que não conseguem cumprir isso, fazendo com que toda a terceirização de desenvolvimento seja vista com maus olhos.

Isso ocorre pois ainda existem empresas que insistem em colocar um prazo naquilo que será feito, como se a tecnologia fosse algo estático. O problema de tudo isso é que as novidades tecnológicas estão sempre surgindo, e o que é novidade hoje, amanhã pode não ser. É um constante movimento, e desenvolver uma solução digital é um processo contínuo e intenso.

Turnover no Desenvolvimento de Software Preservando seu produto Contratação de uma empresa de Outsourcing

Ou seja, dessa demora e da falta de cumprimento de prazos, nasce outro problema, a comunicação falha. Se uma empresa não consegue ter a visão do que está acontecendo na sua solução digital, ficando no escuro sobre o andamento de todo o seu desenvolvimento, ela também não consegue desenvolver uma confiança na equipe.

Entretanto, essas queixas podem ser facilmente resolvidas, quando o empreendedor busca por uma empresa que apresenta mais fit com o seu negócio. Ou seja, os problemas que alguns clientes atribuem a empresas de Outsoucing podem ser resolvidos de maneira fácil, se antes de fechar um contrato, você saiba como escolher a opção que mais te apresenta benefícios no mercado.

Então, existem benefícios no Outsourcing?

Seguindo a linha da objetividade, a pergunta do título já será respondida: existem benefícios no Outsourcing, e eles podem ser muito vantajosos e melhores para a sua empresa, do que você imagina.

O primeiro ponto que posso colocar como uma das grandes vantagens de se contratar uma empresa terceirizada para desenvolver seu negócio é o foco. Se um negócio vive para desenvolver soluções tecnológicas, ela vai buscar ter profissionais mais competentes e que buscam sempre estar atualizados com as tecnologias mais novas do mercado.

E, além disso, eles possuem toda uma cultura e sistema voltado para o desenvolvimento, o que facilita na hora de buscar profissionais e saber avaliá-los tecnicamente. Além disso, como o tema do texto é encontrar saídas para o Turnover que acontece nessa área, é muito mais fácil para uma empresa de Outsourcing de desenvolvimento lidar com isso, do que outra de um segmento diferente.

Isso porque, por se tratar de uma empresa focada em Tecnologia da Informação, na maioria das vezes, eles terão mais de um especialista, possuindo um time grande, com habilidades específicas, capazes de assumir qualquer tipo de solução, com a tecnologia mais adequada.

Eles também possuirão processos bem estruturados para documentar tudo o que é feito dentro da sua solução digital, quais serão os próximos passos e o que você quer. Isso facilita e faz com que, caso um desenvolvedor saia, outro profissional tenha plena capacidade de assumir o que ele estava fazendo.

Essa simples característica do Outsoucing já faz total diferença, pois, caso um desenvolvedor decida sair da empresa, o desenvolvimento da sua solução digital não ficará parado, pois existem outros profissionais com a mesma qualidade técnica e que já possuem um background da sua ideia, para poder assumi-la.

Aproveitando o gancho do assunto equipe, é importante ressaltar o seu custo. Como falei anteriormente, manter um time de desenvolvimento pode ser muito custoso, pois a média salarial desses profissionais é alta, existem questões legais e a manutenção desses funcionários, dentro de uma empresa, também pode ser algo trabalhoso.

Então, comparando com o Outsourcing, sairia bem mais custoso manter uma equipe interna, do que contratar uma empresa para desenvolver suas demandas e para atuar como um Lab de Inovação. Além de diminuir suas preocupações com contratação e gerenciamento de um time de tecnologia, te deixando livre para ir atrás de investidores e estratégias de crescimento do negócio.

Turnover no Desenvolvimento de Software Preservando seu produto Então existem benefícios no outsourcing

Concordando com uma fala do nosso CEO, Daniel Antunes, existem diferentes empresas que trabalham com o Desenvolvimento de Software, e basta que o cliente busque por aquela que mais se adeque ao perfil da sua empresa:

Costumo falar que muitos dos problemas que as pessoas atribuem à terceirização são altamente questionáveis. Existem diversas empresas especializadas no desenvolvimento digital e você deve procurar a que melhor se adapta ao seu perfil e ao perfil do seu projeto.

Então, se para você é um problema que algumas empresas deixam você no escuro a respeito do desenvolvimento da sua solução, procure por alguma que tem um sistema de monitoramento de fácil acesso, onde você pode entrar em contato com as demandas dos desenvolvedores e demais profissionais de TI com maior liberdade.

Optar por uma empresa de Outsoucing pode ser muito valoroso, desde que ela busque pela compreensão do seu negócio, para trazer as melhores tecnologias e que mais se encaixam no seu produto, encarando aquilo que você faz como único no mercado e abraçando a sua solução, fazendo com que ela evolua da maneira mais responsável e engajada possível.

Indo mais a fundo no problema

Para tratar de um assunto desses, não bastava somente ir atrás de dados espalhados na Internet, mas também conhecer o que os desenvolvedores pensavam a respeito das causas da alta rotatividade de funcionários no universo da TI. O que reparei foi que: além da falta de profissionais no mercado, este problema pode ir mais a fundo, também sendo culpa da empresa que os contratou.

Isso porque, desenvolver é um processo criativo, e se alguém entra em uma empresa e começa a se sentir estagnado, por ter que ficar repetindo processos e não possuir diversificação de trabalho, ele pode sentir que sua criatividade está sendo corrompida e sua evolução dentro da carreira também.

Perguntei a um dos nossos programadores, André Santos, o que ele pensava sobre as causas da alta rotatividade no Desenvolvimento de Software e o que para ele era crucial na hora de avaliar uma proposta de trabalho:

Uma das causas do Turnover pode ser uma gestão desorganizada e a não valorização do profissional de TI. Algumas empresas tratam os desenvolvedores somente como ferramentas, sem se importar com o conhecimento que eles carregam.

Outro ponto que levo em consideração é a cultura daquele ambiente de trabalho e o apoio e incentivo que eles dão ao profissional para estar sempre aprendendo. Já optei por sair de algumas empresas por sentir que estava, simplesmente, enxugando gelo, fazendo a mesma coisa sempre, e já não possuía uma perspectiva de evolução.

Por este motivo, empresas onde o core business não é tecnologia, acabam passando por problemas na hora de manter um desenvolvedor, pois faz com que o trabalho daquele profissional seja repetitivo, usando sempre as mesmas tecnologias e fazendo os mesmos processos, limitando a capacidade de crescimento profissional deles.

E se o desenvolvedor da sua empresa sente esse tipo de limitação, ele passa a ser menos produtivo, pois não há novos desafios para serem resolvidos, criando um problema não só para o seu negócio, como para o próprio funcionário.

Turnover no Desenvolvimento de Software Preservando seu produto Indo mais a fundo no problema

Uma de nossas Designers UI/UX, Kamilla Bittencourt, que compõe o nosso time de tecnologia, decidiu buscar novas oportunidades logo que percebeu uma estagnação no seu antigo trabalho:

O que eu levei em consideração antes de decidir mudar de empresa foi, principalmente, não haver mais desafios para que eu pudesse desenvolver, tornando a empresa chata. Além disso, eu percebia que o empregador não sabia valorizar o talento do funcionário, o que fazia com que a empresa, muitas vezes, se tornasse um ambiente tóxico.

Em empresas de Outsourcing, essa estagnação pode não acontecer, já que os profissionais estão em constante busca por atualização no mercado, sempre tentando levar o melhor para a solução digital do cliente.

Aqui na Gobacklog, por exemplo, sempre incentivamos o crescimento dos nossos desenvolvedores, pois o alocamos em diferentes soluções, damos a oportunidade deles trabalharem com diferentes tecnologias e damos autonomia dentro do processo de execução do produto.

Isso faz com que o processo criativo desses desenvolvedores seja feito de forma plena, e a produtividade tende a crescer, quando isso é levado em consideração. Por este motivo, todas as etapas da criação de uma solução serão feitas com mais eficiência.

Levando isso em consideração, buscar por uma empresa de Outsourcing seria buscar por maior produtividade no desenvolvimento da sua solução, pois, dentro de uma equipe interna, onde o trabalho seria somente construir um produto para a sua empresa, os profissionais poderiam se sentir desgastados e desestimulados, fazendo com que o Turnover fosse maior no seu negócio.

Conclusão

Um dos grandes problemas que o Turnover no Desenvolvimento de Software acarreta é a interrupção dos processos e do desenvolvimento de uma solução. Imagine você, um empreendedor, que quer desenvolver uma solução digital para a sua empresa, na qual o core business não é tecnologia, ter que administrar, além de toda a parte estratégica do negócio, uma equipe de TI.

Ao contratar uma empresa de Outsourcing, a sua preocupação com todo processo de recrutamento, contratação e treinamento de um profissional, para que ele conheça melhor a respeito do seu business, poderá ser transferida para o gerenciamento do seu negócio, desenvolvendo boas estratégias de crescimento na parte comercial.

Caso você esteja preparado para construir uma boa equipe, bem gerenciada, com bons profissionais, desenvolver uma cultura organizacional dinâmica e tenha um capital alto para conseguir fazer esse investimento, você pode optar por um time interno, mas se esse não for o caso, a melhor opção pode ser buscar por uma empresa especializada, que garantirá uma boa execução da sua solução.

Links para Leitura

Ana Antunes

Especialista de Marketing na GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Estudante de Economia na UFJF, apaixonada por inovação e tecnologia.
Fechar
1
Oi, tudo bem? Como posso te ajudar?
Powered by