• As estratégias de SEO consistem em uma série de técnicas que são utilizadas em blogs, sites e outras páginas na web.
  • As técnicas de SEO são fundamentadas em quatro análises principais, que servem para pontuar as questões que devem ser aprimoradas.
  • Realizando melhorias no seu site, fica muito mais fácil estar nas primeiras colocações do Google.

Quando uma empresa entra para o mundo digital, com um blog ou site, começar a publicar conteúdo é o primeiro passo para que ela passe a ter mais visibilidade na internet e iniciar a estratégia de SEO.

As estratégias de SEO consistem em uma série de técnicas que são utilizadas em blogs, sites e outras páginas na web, para garantir que o conteúdo seja considerado relevante e, consequentemente, ganhe um bom ranqueamento orgânico.

A maioria dos usuários encontram o que precisam nos resultados que aparecem na primeira página. Assim, fica mais fácil entender porque SEO é tão vital para uma estratégia de marketing e por que estar nas primeiras posições deve ser um desejo das empresas.

Desenvolva a Solução que o seu Negócio precisa

O que é SEO?

SEO, Search Engine Optimization, é um conjunto de técnicas de aprimoramento de uma página na internet ou de um site inteiro, para que estes sejam reconhecidos, indexados e rankeados de maneira orgânica por buscadores como o Google, YouTube, Yahoo, etc.

Tipos de SEO

A otimização de sites, ao contrário do que algumas pessoas pensam, não se limita ao uso de palavras-chave e incluem alterações no código HTML. A aplicação da técnica de SEO geralmente é dividida em duas partes: os fatores internos, On Page, e os fatores externos, Off Page, das páginas de um site. A seguir, explicamos um pouco mais sobre elas:

On Page

São todas as estratégias utilizadas na páginas e sites da própria empresa. Portanto, são aqueles itens relacionados com a otimização do conteúdo do site. A escolha de um título otimizado, que contenha as palavras-chave, é um exemplo de estratégia On-page. Seus principais fatores são:

  • Titulos e subtitulos
  • Meta descrição
  • URL Amigaveis
  • Meta Tags
  • Palavras-Chave (conteúdo)
  • Otimização de imagens

Off Page

Já o Off-page está diretamente relacionado aos fatores externos ao site mas que influenciam na posição do mesmo nos resultados de busca. O SEO Off-page está relacionado às estratégias de link building, que ajudam a aumentar a relevância das páginas para os buscadores.

Aqui, podemos citar as redes sociais como importante canal para compartilhamento e engajamento de visitantes. O SMO ou Social Media Optimization (Otimização para Redes Sociais) também influencia no ranqueamento, uma vez que promove a interação e gera tráfego para suas páginas.

Outro tipo, esse fundamentado na geolocalização, é o SEO Local, que está relacionado às funcionalidades que permitem com que o usuário possa encontrar negócios próximos a ele.

Para isso, é necessário que informações como endereço e contatos (email, telefone, redes sociais) estejam no site, assim como os links para perfis de rede sociais e o cadastro em plataformas com essa finalidade, como o Google Meu Negócio.

Análises técnicas para um bom SEO

As técnicas de SEO são fundamentadas em quatro análises principais, que servem para pontuar as questões que devem ser aprimoradas e tratadas como prioridade. E para que os gestores sempre estejam atentos as oportunidades que surgem com os diagnósticos que são gerados pelo resultado do site.

Analisar estrutura do site e resolver problemas críticos

Um passo básico, mas importante, da otimização é checar se os buscadores são capazes de entender o seu site. Existem alguns erros bem comuns, mas que são de fácil correção. Leva apenas alguns minutos para implantar as melhorias e, como recompensa, seu site vai se posicionar muito melhor nos rankings dos resultados de busca.

Procure entender a arquitetura do site e problemas com conteúdo duplicado para garantir uma boa base. Uma boa arquitetura deve permitir alcançar páginas profundas com poucos cliques, as categorias ajudam nisso.

Diagnosticar oportunidades na lista de palavras-chave

Analisando a lista de palavras-chave, procure descobrir como trabalhar melhor cada termo. Para termos que já estão em uma posição razoável e ainda não estão ajustados, faça a otimização na página.

Para aqueles que ainda não estão rankeados, priorize as palavras que possuem uma menor dificuldade de rankeamento e escreva no blog sobre elas. Já aquelas que estão otimizadas mas ainda não estão bem rankeadas, a saída é tentar construir mais links para a página.

Trabalhe nas oportunidades on-page

Comece pelas páginas que ainda não estão otimizadas para uma palavra. Esse passo vai ser sempre obrigatório e muitas vezes já traz ótimos resultados no curto prazo, principalmente se seu site já tem alguma autoridade.

Uma boa forma de identificar o que ajustar em uma página é utilizando ferramentas específicas para isso, que irão mostrar quais fatores não estão dentro das normas técnicas de SEO.

Criar lista de keywords para posts

Esse passo é muito importante, ao invés de criar posts a partir de algum assunto aleatório que surgiu na sua cabeça, escreva com objetivo, baseando-se nas palavras-chave com mais potencial, orientando-se por sua lista. Após identificar os termos prioritários, faça uma relação, definindo em que datas serão publicados os posts referentes a cada termo.

Por que devo investir em SEO?

Conforme já comentamos no início do texto, ser achado na internet é um dos principais objetivos de qualquer empresa atualmente. Para isso, é necessário estar bem colocado nos buscadores, local mais utilizado por pessoas a procura de produtos ou serviços na web.

E para sua empresa alcançar este posto, é importante investir na otimização de site, que deve ser feita de acordo com os critérios e padrões dos mecanismos de busca.

Isso porque o Google e seus concorrentes visam oferecer a melhor experiência possível aos seus usuários, fazendo com que eles sempre encontrem o que estão procurando. Para isso, a empresa privilegia sites que, além de oferecerem o que seus usuários procuram, se preocupem com a qualidade dos conteúdos oferecidos.

Entre os critérios utilizados pelos mecanismos de busca ao posicionar um site em sua página de resultados, podemos destacar:

  • Palavras-chave utilizadas na página
  • Imagens utilizadas no site;
  • Qualidade dos conteúdos;
  • Responsividade do site (adaptação da página em diferentes plataformas, como computadores, celulares e tablets);
  • Links externos (quantidade de links do seu site em outras páginas da internet).

Isso reflete no tráfego do seu site, na geração de leads, em conversão e vendas, ou seja, retorno financeiro para sua empresa. Pesquisas indicam que 93% das compras online começam com uma palavra-chave em mecanismos de busca, por exemplo.

A otimização de web-site é fundamental para estratégia on-line de marketing digital de uma empresa, onde por passar da segunda para a primeira página de pesquisa para um termo no Google pode triplicar o número de vendas.

Veja algumas estatísticas sobre pesquisas no Google:

Ao trabalhar em cima desses padrões, suas páginas virtuais podem ganhar inúmeras posições nas páginas de resultados do Google e de outros buscadores.

Estratégias mais usadas de SEO

A gama de estratégias para SEO é bem extensa e vai de ações mecânicas do dia a dia a questões técnicas e complexas. Veja exemplos de como aplicar na sua empresa.

Conteúdo

Tanto usuários quanto mecanismos de busca gostam de novidades. Um site parado não oferece muito para quem já acessa e não oferecerá muito a quem está acessando pela primeira vez. A internet é super dinâmica e seu negócio nela também deve ser.

Produzir conteúdo interessante para seu usuário fortalece sua marca, faz com que o usuário se torne cliente. Gerar conteúdo com base no comportamento do seu público melhora os acessos, conversões e compartilhamentos.

É claro que você pode conseguir o mesmo resultado pagando, mas quanto melhor for o seu site organicamente mais fácil e barato será para estar e permanecer na primeira página.

Não confunda conteúdo com propaganda, ao gerar conteúdo você não está oferecendo diretamente seus produtos ou serviços. O conteúdo é uma chave para manter o bom relacionamento com o público, mesmo que ele não seja seu cliente .

User Experience

Quando dizemos experiência não estamos dizendo que um site deve ser mirabolante ou cheio de enfeites. O algoritmo do Google por exemplo penaliza e ignora muitos sites esteticamente carregados.

Você já deixou de comprar algo na internet por ter medo de não ser seguro? Já deixou de acessar um site por ele não abrir da maneira correta em um dispositivo móvel? Ou já desistiu de acessar um site porque ele demora demais para abrir na sua conexão 3G? Pense bem, essas são péssimas experiências que servem de exemplo para que não aconteça no seu site.

Ter um site responsivo, com certificado de segurança e hospedagem gerenciada evita possíveis dores de cabeça para você. Além de melhorar seu posicionamento orgânico no Google e trazer tranquilidade ao seu usuário.

Uma maneira fácil e rápida de saber como o Google vê a performance do seu site é usar o Google PageSpeed. Ele te dá uma visão geral do que está bom e do que deve ser melhorado, tanto no mobile quanto no desktop.

Conclusão

O SEO vai além de uma estratégia para converter mais em seu site. É acompanhar as mudanças que acontecem na internet. Fazer o que é necessário para que seu projeto digital se mantenha impecável aos olhos dos usuários.

Tendo as devidas precauções e realizando melhorias no seu site, fica muito mais fácil estar nas primeiras colocações do Google.

Links para Leitura

Eduarda Terra

Especialista de Marketing na GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Estudante de Economia na UFJF.