Siga-nos nas redes sociais

Pomodoro não é apenas a palavra tomate em italiano. Pomodoro é uma técnica que está sendo muito usada em multisetores de diversas empresas. Sua principal meta é a imersão na atividade e o aumento de produtividade. Esta técnica simples e muito eficaz foi criada no final da década de 1980 por Francesco Cirillo. O pomodoro auxiliou Cirillo nos seus estudos, além de render ao mundo inteiro uma nova maneira de concentrar os esforços.

Pomodoro para ter mais foco

A técnica leva esse nome devido o temporizador italiano no formato de tomate. O funcionamento é bem simples, veja o passo a passo do que se deve fazer:

  • Liste as tarefas que quer realizar;
  • Ajuste o temporizador em 25 minutos;
  • Escolha as tarefas em sequência, uma a uma;
  • Trabalhe nas tarefas até que os 25 minutos se esgotem. Se houver uma distração importante, anote e foque novamente nas tarefas;
  • Ao final de cada pomodoro, elimine as tarefas realizadas da sua lista;
  • Ao final de cada pomodoro, faça um break de 3 a 5 minutos.
  • Ao finalizar o 4º pomodoro consecutivo, faça uma pausa mais longa (long-break) de 15 a 30 minutos.
  • Zere novamente a contagem de marcações e retorne ao primeiro passo.

Atualmente existem diversos tipos de temporizadores disponíveis: aplicativos, extensões de navegadores e para os puristas, o temporizador físico. Assim como programas que auxiliam na divisão, organização e checagem das tarefas.

pomodoro-breaks

Ainda hoje, muitos estudantes empenhados utilizam da técnica para focar nos estudos. A mesma foi adotada em processos empresariais para o melhor rendimento do trabalho. A verdade é que, com tantas distrações que podemos ter atualmente, toda a ajuda para focar é bem vinda. São muitos os vilões da produtividade e não podemos perder tempo.

Preparamos alguns textos para você que quer aumentar sua produtividade:

O Pomodoro no dia a dia

Todos os dias somos bombardeados de informações por diversos canais existentes. Muitas dessas informações não tem relevância nenhuma para o bom andamento de um projeto digital ou dos estudos. Com a utilização do pomodoro, além do foco necessário para a realização das tarefas, a pessoa passa a ter uma cultura organizacional mais dominante em seu dia a dia.

Problemas que podem ocorrer e como contorná-los

Quando devo pausar uma tarefa?

A cada fim de pomodoro tem um break de 5 minutos, ao final do 4º pomodoro consecutivo temos um long-break de 15 a 30 minutos. Funciona como um sistema de estímulo e recompensa.

Mas, e quando o break atrapalha a minha concentração? Quando estudantes ficam imersos em sua leitura ou escritores e criativos em suas ideias. Nesses casos realmente o alarme e o break podem atrapalhar a concentração. A minha sugestão é que continue o que você está fazendo, se sentir que deve.

pausa-pomodoro-gobacklog-projetos-digitais

Pule o break e comece um novo pomodoro. Quando achar que chegou a hora de ter um descanso, dê aquela paradinha. Você pode inclusive somar o tempo que você saltou dos breaks para ter um long-break maior. Mas nunca deixe de fazer suas pausas, essa é a melhor forma de recompensar seu cérebro. Vá tomar um café, passear com o totó, olhar o Facebook, conferir o Whatsapp, ler nosso blog.

E quando alguém me interromper?

A técnica diz para evitar ou ignorar interrupções externas até o fim do pomodoro. Mesmo em caso de emergência, um pomodoro parado não deve ser contado. O pomodoro serve para focar e não para inserir você em uma bolha. Evite as interrupções externas e as que partem de você, tipo um celular que vibra ou alguém que te chama para um café. Deixe esse tipo de coisa para os breaks e long-breaks.

interrupcao-pomodoro-gobacklog-projetos-digitais

Se houver interrupção pós 15 minutos do início do pomodoro, marque de maneira diferente aquele pomodoro, para que você possa terminá-lo mais tarde, mas se você não alcançou os 15 minutos, é melhor iniciá-lo do zero novamente. Veja isso como uma coisa boa. Assim, você pode fazer ainda melhor aquilo que esteve fazendo por alguns minutos.

Cada tarefa tem seu tempo, saiba definir.

Devemos dedicar o tempo de um pomodoro somente para uma tarefa. Caso termine a tarefa com menos de 25 minutos, devemos revisá-la até o término do tempo.

Mas, e quando terminamos uma tarefa em 5 minutos, devemos revisá-la por 20 minutos? Outro caso, quando os 25 minutos passam, o alarme toca e você só precisa de mais 4 ou 6 minutos para terminar a tarefa? A regra diz para não focar no trabalho pós 25 minutos.

É bom lembrar que as regras existem para melhorar seu rendimento no seu projeto digital. Ignorar o alarme para dar fim em uma tarefa que você está focado é normal. E para as tarefas pequenas que não tomaram muito tempo, crie um checklist de tarefas curtas para ser colocadas em um só pomodoro.

Exemplo:

  • Ligar para fornecedor;
  • Enviar e-mail para lista de clientes;
  • Solicitar material para convenção;
  • Comprar passagem para simpósio.

Assim fica mais fácil e honesto consigo mesmo e com seu rendimento.

Pomodoro nos projetos digitais

Com todos os benefícios da técnica, não é surpresa que muitas empresas estejam utilizando. Startups, empresas de tecnologia, educacionais e até home-offices. É preciso disciplina para utilizar a técnica, mas com boa vontade e buscando sempre fazer da maneira certa, rapidinho você entra nos eixos.

E aí, gostou da técnica? E do artigo? Não se esqueça de comentar, compartilhar e seguir a GoBacklog nas redes sociais.

Daniel Antunes

Fundador e CEO da GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de projetos digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Empreendedor, Investidor e Graduado em Sistemas de Informação, Pós-graduado em Engenharia de Software e também em Gestão Estratégica de Negócios e Projetos, com mais de 10 anos de experiência no mercado de internet.
Fechar