As Metodologias Ágeis nasceram com um propósito de revolucionar o Desenvolvimento de Software. Desde 2001, com a criação do Manifesto Ágil, a área da Tecnologia da Informação passou a ter mais adaptabilidade atendendo a real necessidade do cliente.

Os ambientes empresariais atuais são altamente dinâmicos, tendo que responder de forma rápida a todos os movimentos do mercado. Neste sentido, as Metodologias Ágeis são parte desse processo, ajudando no desenvolvimento de produtos da melhor forma, capazes de se adequarem mais facilmente as necessidades do mercado e no tempo que ele precisa.

Neste episódio do Go Insights, o nosso Gestor de Projetos, André Gomes, fala sobre Metodologias Ágeis e o que ela significa dentro da Gestão de Projetos.

Podemos chamar de Metodologias Ágeis, aqueles métodos que são compatíveis com os valores e princípios do Manifesto Ágil.

Desenvolva a Solução que o seu Negócio precisa

O Método de Cascata

Primeiramente eu preciso explicar para vocês a metodologia tradicional, que veio da Engenharia Civíl, chamada de Método de Cascata, que é uma metodologia linear.

Nesse tipo de metodologia você trabalha com o método em fases. Na programação, primeiro é feita todo o planejamento do Software, seguindo para todo o Design dele, e depois fazer todo o desenvolvimento dele e seguir para o review.

O problema desse tipo de Metodologia é que quando você chega no review, você acaba encontrando vários pontos de melhoria que precisam ser trabalhados e, além disso, no Método em Cascata existe um problema na documentação extensiva que é agregado a ele.

Por estes motivos, esta metodologia ganhou a fama de ser uma método pesado, em contraste com as metodologias emergentes que foram chamadas de metodologias leves.

O Manifesto Ágil

É pensando nessas metodologias leves que em 2001, Robert Cecil Martin, também conhecido como Tio Bob, convocou uma reunião com os gerentes de projeto e engenheiros de Software que trabalhavam com essas metodologias.

Nessa reunião, eles desenvolveram o Manifesto Ágil, que é um conjunto de quatro valores e doze princípios, que hoje formam a base da Metodologia Ágil para a gestão de projetos, dentro da Engenharia de Software.

O termo Metodologias Ágeis pode ser considerado um termo guarda-chuva, pois quando o usamos, estamos nos referindo a metodologias diversas, como o Scrum, FDD, o DSDM, o Crystal ou o XP, que são metodologias que possuem, dentro do seu core, esses valores e princípios.

Então, podemos chamar de Metodologias Ágeis, aqueles métodos que são compatíveis com os valores e princípios do Manifesto Ágil.

Scrumban

Uma das metodologias, hoje, mais utilizadas no mundo é o Scrum. E ela, junto com um modelo adaptado da Toyota, o Kanban, é utilizada globalmente em uma metodologia conjunta chamada Scrumban.

O Scrumban combina os dailies e os sprints, que você possui dentro do Scrum, com a ferramenta interna do Kanban, para você fazer a organização interna do seu time durante os sprints.

Apesar do Scrumban ser utilizado mundialmente, você precisa fazer uma análise interna, tanto da maneira que o seu time trabalha, como da maneira que você comunica com o seu cliente, para achar a metodologia mais adequada para a sua empresa.

Links para Leitura

Ana Antunes

Especialista de Marketing na GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Estudante de Economia na UFJF, apaixonada por inovação e tecnologia.