Siga-nos nas redes sociais

Os Mapas Mentais, ou “Mapa da Mente” é uma ferramenta visual, estruturada para a organização, memorização ou análise de uma determinada tarefa. Essa metodologia pode ser aplicada para ajudar pessoas em seus processos de aprendizagem, seja para fins de estudo, trabalho ou até mesmo na concepção de novas ideias.

Sendo um excelente aliado à criatividade, o Mapa Mental pode te ajudar na concepção de novas ideias, já que sua estrutura promove o surgimento de ideias e uma retenção maior de notas e conceitos importantes. Além disso, ele auxilia em toda a organização dos pensamentos envoltos em um projeto.

Um outro ponto relevante sobre os Mapas Mentais é que eles podem ser um grande aliado na sua produtividade e da sua empresa, pois permite que você tenha uma visão ampla do seu planejamento, descomplicando a organização das ideias e facilitando o surgimentos de novas possibilidades.

Como disse Dan Woods, analista de tecnologia, em um artigo da Forbes:

O mapeamento mental, uma forma de delineamento visual, pode parecer superficial, mas, uma vez dominado, fornece uma ferramenta poderosa para gerenciar a sobrecarga de informações e a multitarefa hiperbólica do mundo moderno. Avanços recentes em mapas mentais compartilháveis ​​levam o poder dessa técnica adiante, permitindo que os grupos rapidamente capturem e organizem uma enorme quantidade de ideias.

Por isso, se você deseja alcançar uma maior produtividade no desenvolvimento de um projeto e trazer insights poderosos para a sua ideia, continue no artigo, pois explicarei mais a fundo o que é um Mapa Mental, a sua importância e como você pode construí-los!

Mapas Mentais Como usar para conceber uma ideia

O que é um Mapa Mental?

Quando somos expostos a diversas informações, é natural que absorver tudo seja um pouco mais difícil. Além de todas essas informações, existem ainda inúmeras tarefas do nosso dia a dia que precisam ser administradas e, por mais que você tenha uma excelente memória, nem sempre é possível dar conta para lembrar de tudo.

Surgindo para resolver justamente essa dor, os Mapas Mentais foram criados no final da década de 60 pelo psicólogo inglês Tony Buzan. Sua principal função é a organização, desde algumas pequenas ideias ainda não pré-concebidas, até grandes planejamentos de apresentações ou livros, por exemplo.

Como visto acima, o Mapa Mental pode ser útil em diversas tarefas cotidianas. Se você e sua equipe estão tendo problemas com novas ideias, por ser uma ferramenta visual, através dela é possível organizar pensamentos e ideias de forma lógica e bem facilitada, e o melhor: em equipe.

É possível utilizá-lo ainda para:

  • Tomada de decisões
  • Gerar e visualizar ideias
  • Traçar objetivos
  • Organizar informações

Até aqui a gente pôde ver as diversas funcionalidades que essa ferramenta oferece, além de ser um grande aliado de produtividade pessoal e profissional. Vamos primeiro entender um pouco melhor como o Mapa Mental funciona.

Como funciona o Mapa Mental?

Se nós humanos somos versáteis e conseguimos ter diversas habilidades, é graças as diversas funcionalidades que o nosso cérebro possui. Podendo ser visto como uma das estruturas mais complexas do universo, o cérebro humano possui diversas capacidades que definem maior parte das nossas ações, como a criatividade, ideias, observação e desenvolvimento de estratégias.

Entretanto, essas diversas ideias são organizadas de forma não linear, sendo necessário a presença de técnicas que nos ajude a ordená-las. É neste momento que o Mapa Mental entra, nos auxiliando a lidar com todas essas informações soltas, estruturando-as em uma espécie de diagrama.

As informações, nesse método, são ligadas umas às outras através de ramificações e, neste sentido, a partir do conceito central, ela evolui através de linhas, relacionando os subtópicos do tema, podendo ser visualizado facilmente.

Existem algumas características principais definidas por Tony Buzan, que configuram e contribuem para que o Mapa Mental tenha maior efeito, como ele disse em seu livro Mapas Mentais:

Um Mapa Mental utiliza todas as habilidades do cérebro para interpretar palavras, imagens, números, conceitos lógicos, ritmos, cores e percepção espacial com uma técnica simples e eficiente. Ele nos dá a liberdade de ir aonde quer que nossa mente nos leve.

Existem diversas formas de elaboração dos Mapas Mentais, eles podem ser feitos de forma simples a complexos, como podem também ser desenhados à mão ou no computador. Para uma melhor experiência, a técnica ainda permite a aplicação de diversos recursos, como palavras-chaves destacada, desenhos, e cores.

Por que utilizar os Mapas Mentais?

Muito mais do contribuir na produtividade diária e nas organizações de todas a informações soltas, os Mapas Mentais contribuem muito para a abertura de mente, trabalhando o lado criativo e na expressão de novas ideias. E isso tudo pode ser feito de forma rápida e descomplicada.

Além disso, existem ainda diversos benefícios que podem ser obtidos ao utilizar os Mapas Mentais, como por exemplo:

1. Estimulação do raciocínio e percepção afiada

Apesar da facilidade para a estruturação do Mapa Mental, é necessário antes um esforço para a identificação das palavras-chave que vão originar as próximas ramificações. Com isso, o raciocínio é estimulado e a medida em que ele é feito, a sua capacidade de pensamento rápido só aumentará.

Além disso, dominar o foco é essencial para que essa técnica seja bem estruturada, com a capacidade de visualizar com mais facilidade todas as ideias. Portanto o Mapa Mental ele pode ser de grande ajuda para que a sua percepção seja mais afiada ao identificar todas elas sem muito esforço.

2. Estrutura explicativa e colaborativa

Por meio das suas ramificações, que podem ser ligadas umas às outras, ficam mais fácil a explicação de uma ideia ou de um procedimento. Você pode estruturar todo o processo de um aplicativo que você estiver desenvolvendo como esboço inicial, por exemplo.

Através da atividade colaborativa que a ferramenta permite, desenvolvedores e colaboradores podem visualizar e auxiliar com novas ideias e diferentes visões de forma prática.

3. Fixação e memorização rápida

Quando as informações são organizadas em sequência em que a visualização esteja simplificada, é muito mais fácil associar os seus sentidos. Assim, essas informações estão bem mais organizadas no nosso cérebro, o que torna a memorização e fixação de todas essas ideias algo muito mais rápido de se alcançar.

A nossa mente está acostumada com o conforto, e para isso não requer nenhum esforço. Mapas Mentais são convites para sair da zona de conforto e olhar por diferentes lados, todos bem organizados. Diante de todos esses benefícios encontrados, é fácil dizer que os Mapas Mentais colaboram ativamente para a construção de uma outra visão do que já está estabelecido na mente.

Onde aplicar os Mapas Mentais

Como vimos, os Mapas Mentais podem ser utilizados em diversas áreas, desde fazer resumos de estudos até estruturar apresentações mais elaboradas. Através da visualização rápida que contém nesta ferramenta, é possível identificar de forma rápida, todos os tópicos a serem lembrados.

O foco específico dos Mapas Mentais é manter uma boa organização, mas ele também pode ser utilizado na elaboração de ideias que ainda não estão totalmente concebidas.

Com sua versatilidade, essa ferramenta pode ser aplicada em diversos ambientes, seja profissional ou pessoal, se bem estruturadas, é possível utilizá-las em diversos âmbitos da vida, como por exemplo:

  • Organização pessoal: o Mapa Mental é um ótimo recurso para quem não consegue conciliar as inúmeras tarefas pessoais do dia a dia e precisa manter tudo em ordem. Por meio dele é possível organizar todas essas tarefas facilmente, desde pequenas coisas até grandes demandas
  • Organização profissional: melhorar a gestão de tempo no trabalho é uma forma de aumentar a produtividade, para isso, o planejamento diários de tarefas a serem feitas é indispensável. É possível usar o Mapa Mental para organizar as demandas
  • Organização dos estudos: colocar em prática uma rotina de estudos não é fácil, e absorver todo conteúdo em pouco tempo é ainda mais difícil. Com o auxílio dessa ferramenta, é possível estruturar e organizar todas as matérias e pendências acadêmicas, seja da faculdade, do cursinho, e até de concursos
  • Organização de ideias: se você acabou de fazer aquele brainstorming com toda a equipe ou até mesmo teve uma ideia que surgiu rapidamente, e precisa organizar todas elas para que você não as perca, fazer um Mapa Mental é um boa opção.

Além de você conseguir visualizar todas as ideias que vão surgindo aos poucos, é possível ainda gerenciá-las e ordená-las da forma e quando você preferir. Por meio das conexões feitas, as compreensões sobre todo o contexto que você está estruturando pode ser algo bem mais simples de ser feito.

Exemplo de Mapas Mentais

Há várias formas de criar um Mapa Mental. Você pode criá-lo com softwares, como também pode fazê-los à mão. Por mais que seja mais trabalhoso, a utilização de cores e desenhos em uma folha branca aumenta a capacidade de fixação e memorização do seu Mapa. Porém, o exemplo que irei mostrar mais a frente será feito com o MindMeister.

Antes, é preciso saber para que se destina e o grau de complexidade do seu projeto ou ideia para escolher a ferramenta que mais se adequa e te ajudará a executar seu planejamento com mais assertividade.

Esse é um exemplo de um projeto em seus primeiros passos:

Exemplo de Mapa Mental

Concebendo sua ideia com o Mapa Mental

Você já viu as inúmeras vantagens que essa ferramenta oferece, viu também que, para que ideias sejam bem estruturadas e executadas, é preciso, antes, que elas sejam muito bem organizadas. E o Mapa Mental tem a função de facilitar todo esse processo.

O exemplo acima, mostra bem como é a estruturação de uma ideia pré-concebida. Você pode utilizá-lo como base, para iniciar o seu Mapa Mental, mas logo abaixo irei te dar algumas dicas de como você pode estruturar suas ideias com mais facilidade:

  1. O quadro inicial de um Mapa Mental é branco, e essa é uma forma de permitir que a sua criatividade e suas ideias se expressem livremente a medida em que elas vão surgindo
  2. Primeiro, para iniciar qualquer planejamento, é preciso definir o tema ou foco central, nesse caso, você pode destacar a ideia principal do seu projeto com o título
  3. Após o título, as próximas ações a serem tomadas é identificar quais as palavras que serão associadas ao título, elas deverão ser palavras-chave que darão menção ao título e subtítulos estruturados, e assim por diante
  4. Na medida em que o seu Mapa é construído, você pode variar entre cores, desenhos ou imagens que assegurem uma melhor atribuição de sentido e maior fixação de toda a estrutura do Mapa
  5. Permaneça trabalhando e consultando ele sempre. A linha de um Mapa Mental precisa ser mantida. Atualize com informações e a estrutura, quando possível
  6. Revisão e mais revisão, sempre! Durante todo o processo de construção, ao passar pelo brainstorming, algumas ideias podem acabar faltando, e é muito importante que as ramificações estejam bem compostas.

Ferramentas e aplicativos para o uso do Mapa Mental

Buscando facilitar ainda mais a criação do seu Mapa Mental, existem diversas ferramentas e aplicativos que podem tornar todo esse processo um trabalho ainda mais facilitado. Pela diversidade de ferramentas, você pode escolher qual o melhor meio de realizar o seu mapa de acordo com o seu perfil e identificação com a usabilidade da ferramenta.

Veja algumas opções:

  1. Mind Meister
  2. Bubbl.us
  3. XMind
  4. Mind Node
  5. GoConqr

Livros sobre o Mapa Mental

Para reforçar os estudos e aprofundamentos sobre Mapas Mentais, destaco aqui também alguns livros escritos por Buzan. Para obter sucesso com essa ferramenta, é preciso muita prática, mas para praticar, é preciso antes muito estudo. Confira!

  1. Mapas Mentais
  2. Mapas mentais e sua elaboração
  3. Use sua Mente
  4. Mapas Mentais no Trabalho: Como Ser o Melhor Na Sua Profissão e Ainda Ter Tempo Para o Lazer
  5. Mapas Mentais Para Os Negócios: Revolucione Sua Atividade Empresarial e Maneira Como Você Trabalha

Conclusão

Mapas Mentais Como conceber uma ideia Conclusão

Estruturar e organizar seus pensamentos são os primeiros passos para buscar um melhor desempenho e uma maior produtividade no desenvolvimento dos seus projetos. Por isso, um Mapa Mental é um convite para sair da sua zona de conforto e uma grande ferramenta de aperfeiçoamento de ideias.

Os Mapas Mentais são uma excelente forma de nos tornarmos administradores das nossas ideias ou de uma equipe. É através dele que pensamentos desorganizados podem se juntar e formar uma estrutura, criando etapas e sistematizando os seus projetos.

Espero que com esse artigo você tenha entendido a importância e a grande capacidade de expansão de conhecimento que essa ferramenta oferece.

Links para Leitura

Vídeos para saber mais

1. 50 empresas que mais inovaram em 2018

Priscylla Silva

Especialista de Marketing na GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Jornalista, apaixonada por Marketing e uma grande fã de inovações tecnológicas.
Fechar