Siga-nos nas redes sociais

Toda nova ideia nasce sempre de uma forma muito empolgante, porém é justamente nesse momento que é preciso avaliar com cuidado a viabilidade delas. Nesse sentido, é importante destacar que validar uma ideia antes de executá-la é a forma mais rápida e econômica para obter o sucesso real de um negócio, serviço ou produto, ou até mesmo desistir dele.

E é partindo dessa premissa que eu posso dizer sem sombra de dúvidas: você pode até ter uma ideia fantástica, mas se ela foi colocada no mercado sem nenhum teste de validação, você está matando sua ideia.

Mas como saber então se uma ideia realmente vale a pena? Antes de tudo é preciso definir qual é o objetivo do seu produto ou negócio e, depois, identificar qual o problema que ele poderá solucionar no mercado.

Como validar uma ideia antes do MVP

Dentro desse contexto, existem algumas perguntas que podem te ajudar a entender se o que você tem em mente de fato pode ser útil para o mercado, por exemplo:

  • As pessoas realmente precisam do que você está oferecendo?
  • A sua ideia vai suprir totalmente a necessidade que ela propõe?
  • Qual problema existe hoje que sua ideia pode solucionar?

A validação é então o primeiro passo que um empreendedor deve fazer, antes de lançar a sua ideia.

Por que validar sua ideia antes do MVP?

Como eu disse no início desse texto, é preciso ter em mente que todo produto ou serviço lançado ao mercado deve servir para resolver um determinado problema. Compreendendo isso, a possibilidade de apresentar ao mercado um produto que seja aceito é mais alta.

Alguns empreendedores, que querem iniciar um negócio ou lançar uma ideia de imediato, decidem por iniciar a fase da construção de um produto sem nenhum planejamento prévio, olhando muitas vezes somente para o lançamento. Há um problema sério nessa atitude.

Buscar uma empresa de desenvolvimento de software ou até mesmo construir sua própria equipe sem validar com quem realmente importa é correr o risco de virar estatística. É preciso, desde o início, ter em mente o que usuário precisa.

O que acontece é que, geralmente, o empreendedor alinha com a equipe de desenvolvimento a respeito do produto, mas nem sempre se preocupam em saber como o consumidor, que é a parte mais importante, irá receber o produto proposto.

Em nosso processo de vendas, antes de partirmos pro código, incluímos as seguintes perguntas para qualificarmos o cliente:

  • Qual é o público-alvo do seu negócio?
  • Qual problema vamos resolver com a sua solução?
  • Qual solução vamos desenvolver para resolver o problema?

É normal muitos terem dificuldades em responder essas questões e é importante que o dono do projeto tenha tudo isso muito bem definido. O amadurecimento vem com a reflexão e boas perguntas ajudam nesse processo.

Quando suposições da viabilidade do produto são discutidas, as ideias que não tiverem nenhum espaço no mercado podem ser descartadas facilmente, sem ter gasto nenhum tempo, energia e dinheiro.

Por que as ideias falham?

Como validar uma ideia - Porque as ideias falham

Na pesquisa feita pela IBM pela causa do fracasso no desenvolvimento de aplicativos, que podemos entender indiretamente como startups, a mudança de escopo é a principal causa. Certamente o risco pro projeto aumenta quando as mudanças são muito bruscas.

É bem comum existir investidores em projetos tecnológicos. A falta de planejamento pode levar à pivotagem (mudança completa do rumo do projeto) e consequente perda de confiança entre investidores e executores.

Se você fez uma boa validação, entendendo as dores dos seus clientes e construindo o plano de uma solução que realmente vai resolver as dores deles, então as mudanças de escopo serão menores de quem não fez esse planejamento e certamente seu projeto gastará menos recursos para ser lançado.

Nesse cenário onde o projeto foi bem organizado, todos os envolvidos ganham. Com isso é possível ter uma ideia lançada de forma muito mais rápida, gerando assim receitas mais rapidamente.

Como validar sua ideia?

Quando um produto ou negócio está sendo elaborado, é preciso que haja uma avaliação completa e profunda sobre toda sua estrutura para sua validação. O que não é uma tarefa muito fácil.

Primeiro porque existem várias etapas que devem ser estudadas separadamente até chegar na solução final, outra que obter feedbacks precisos de potenciais clientes pode nem sempre ser fácil.

Persistir é necessário e lhe poupará dinheiro e dor de cabeça. Use as ferramentas as seguir para que sem custo algum, você entenda se seu produto é viável ou não:

1. Canvas

Usar o Canvas para estruturar essa validação é ideal para o processo de avaliação das ideias. A partir dele é possível ter uma base real sobre a viabilidade necessária para executar uma ideia, desde sua estrutura de custo até a proposta real da solução.

2. Análise SWOT

A Análise SWOT é uma ferramenta estratégica empresarial que auxilia gestores tanto na criação de novos negócios, como também das que precisam ser melhores elaborados.

Através dela é possível diagnosticar toda a estrutura de uma empresa, analisando pontos essenciais para o seu sucesso.

3. Mapa Mental

Outra ferramenta a ser utilizada é o Mapa Mental, onde você organiza suas ideias conectando assuntos próximos de uma maneira lógica.

É possível estruturar todas as features da futura solução e planejar a interação do usuário com as mesmas de forma conceitual.

4. Pesquisa de Mercado

Não existe nada melhor do que perguntar para seus possíveis usuários o que eles realmente precisam. Pode parecer óbvio, mas essa parte é negligenciada constantemente.

O Google Forms é uma excelente maneira de organizar essas respostas, além de ser gratuito e de simples utilização.

Como validar uma ideia antes do MVP - Ferramentas para validação

Conclusão

A validação de uma ideia pode ser considerada a parte mais importante de todo processo de elaboração de uma empresa. Muitas vezes, ideias que parecem fantásticas para nós, podem não ser tão interessantes para o mercado, e por isso, não valem a pena serem levadas adiante.

É preciso ver se, antes de começar o MVP da sua ideia, se ela é realmente viável, porque isso envolve questões como viabilidade e custos operacionais grandes. E a partir disso, ver qual o mínimo que você precisa para construir algo que resolve esses problemas.

Planejar ainda é a melhor forma de resguardar seus investimentos e oferecer uma experiência diferenciada para seu produto. Em um mercado cada vez mais competitivo e profissional, qualquer detalhe faz a diferença.

Links para leitura

Priscylla Silva

Especialista de Marketing na GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Jornalista, apaixonada por Marketing e uma grande fã de inovações tecnológicas.
Fechar