Siga-nos nas redes sociais

Otimizar seu site WordPress é uma tarefa importante para que seus visitantes acessem rapidamente sua página e tenham uma boa experiência de visita. Além disso, você terá mais chances de ocupar as primeiras posições na busca do Google (técnicas de SEO), uma vez que a velocidade das páginas é um fator de classificação.

Você quer tudo isso, não é mesmo? No post de hoje, listamos 4 passos de ouro para melhorar o desempenho das suas páginas. Continue a leitura e veja como!

1. Utilize um plugin de cache

Todas as vezes que algum arquivo é carregado, ele entra na fila de espera para ser baixado, fazendo com que mais alguns milisegundos sejam necessários para que sua página seja carregada. Além disso, as informações que estão armazenadas em seu banco de dados exigirão mais do seu servidor.

Por isso, para otimizar seu site WordPress, é importante que você utilize um plugin para ativar e administrar o cache (ou cópia) do seu servidor. Ele funciona como se fosse um arquivo que permite que os principais dados do seu site sejam transferidos de maneira direta, rápida e dinâmica.

Vale lembrar que você deve apagar ou esvaziar a imagem de cache para que alguma alteração surta efeito. Caso você não queira que isso aconteça, selecione quais páginas ou elementos você deseja manter em cópia. Assim, você terá mais controle sobre o que é armazenado diretamente ou o que será pedido em cache.

2. Otimize e compacte as imagens do seu site

Outro fator que pode deixar seu site mais lento é o tamanho das imagens das suas páginas. É comum que os administradores dos sites enviem as imagens em tamanho grande e, no momento de inseri-las na página, o tamanho é selecionado.

Dessa maneira, a imagem é carregada em seu tamanho original e, somente depois, é diminuída, fazendo com que o tempo de carregamento das páginas seja maior. Por isso, é recomendável que você já coloque a imagem no tamanho desejado ou use plugins para otimizá-las automaticamente.

3. Contrate uma boa hospedagem

A qualidade da hospedagem também é determinante para que seu site tenha um bom desempenho. Hospedagens compartilhadas, por exemplo, podem sofrer com grandes oscilações provenientes dos outros sites armazenados. Além disso, caso o conteúdo das demais páginas sofra alguma punição, isso poderá se estender também às suas páginas.

Por isso, é interessante procurar por um servidor exclusivo para suas páginas. Além disso, analise quais são as configurações do servidor. Isso evitará gargalos, atrasos ou demora no processamento dos dados.

4. Evite plugins e complementos desnecessários

Há uma grande tendência de que os administradores procurem e instalem muitos plugins no sistema. Com o tempo, suas páginas poderão ficar mais lentas, uma vez que uma série de dados serão carregados. Para piorar, invasores podem usar brechas na programação dos plugins para atacarem suas informações.

Você pode evitar isso desinstalando aqueles que são desnecessários (além de excluí-los) e ativar apenas os que contribuírem de forma decisiva para a experiência dos seus usuários.

Ser empreendedor não é fácil, não é mesmo? Então, está na hora de otimizar seu site WordPress, e dar mais visibilidade para seus negócios. Comece a pesquisar quais são as melhores e mais seguras formas de aplicar cada um desses itens. Se precisar, pergunte a uma agência quais são os passos para fazer tudo isso.

Como você viu, ao otimizar, você poderá ganhar posições no Google. Veja também quais são as 4 melhores práticas de SEO no WordPress para melhorar o ranqueamento das suas páginas.

Daniel Antunes

Fundador e CEO da GoBacklog, uma empresa especializada no desenvolvimento de projetos digitais que vem mudando a forma de se criar negócios digitais de sucesso. Empreendedor, Investidor e Graduado em Sistemas de Informação, Pós-graduado em Engenharia de Software e também em Gestão Estratégica de Negócios e Projetos, com mais de 10 anos de experiência no mercado de internet.
Fechar